sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Texto: Noite Chuvosa

Olá amores!

Hoje é um dia um pouco diferente, vou publicar meu primeiro texto/conto. Se eu dissesse que não estou nervosa, é mentira. Eu estou imensamente nervosa, HAHAHA. Lembrem-se que estou dando um passo de cada vez e tenho muito o que melhorar. Mas vamos lá:



Nunca gostei de ficar em casa sozinha. Quando minha mãe me disse que precisava cumprir um horário extra na cafeteria aquela noite, eu já comecei a sofrer por antecipação. Chovia intensamente, então mantive todos os eletrônicos desligados. Era apenas eu e meu leitor digital largados na cama esperando uma ligação para eu ir buscá-la. Era irônico, mas nunca me sentia sozinha quando tinha meus livros, meus personagens amenizavam o receio da solidão. 

Um raio, seguido de trovão iluminaram o quarto. Era como se o céu sentisse a dor que se instalava no meu peito, como se os anjos fossem solidários aos meus sentimentos. 

Desci as escadas descalça para pegar um copo de leite. O carpete era algo familiar, uma das poucas coisas que eu gostava naquela casa, na verdade. A campainha pareceu ecoar por todo primeiro andar e fez meu coração acelerar. Quem poderia ser? Minha mãe estava a pé e não se arriscaria a sair naquela chuva, além do que, não eram nem 21h... 21h. O avião saíra as 20:40. Ele já devia ter embarcado. Não o veria mais. Talvez nunca mais. Mas ele havia feito uma escolha, eu conviveria com ela. Doesse o quanto doesse. 

Em meio aos meus pensamentos, a campainha tocou novamente. O chamado pelo meu nome do outro lado da porta era tão baixo comparado a água que batia nas janelas que me fez parecer louca. Era apenas a minha vontade absurda de vê-lo que estava brincando comigo. Tinha que ser isso.

Mas novamente aconteceu. Dessa vez, a campainha foi apertada por um longo período. Eu precisava ser forte, precisava saber quem estava ali, se é que tinha alguém. Parecia muito surreal...

Seus cabelos colados a testa com a chuva escorrendo por olhos e sorriso. Olhos. Que olhos, meu Deus! Eles deviam estar acostumados a me hipnotizar e roubar meu ar. Aqueles olhos estavam me encarando com um brilho que jamais havia visto antes. Foi quando o ouvi sussurrar:

- Eu amo você.


Opiniões sinceras, por favor! ;)

- Ale

57 comentários:

  1. Oie,
    achei lindo o texto.
    Parabéns!!

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  2. Parabéns!
    Adorei seu conto, que este seja o primeiro de muitos.
    Bjos
    Mamaci

    ResponderExcluir
  3. Oi, Alessandra! Tudo bem? Eu que estou começando a adentrar nesse mundo da escrita sei muito bem como é esse nervosismo que você está sentindo. Mas deixa eu te contar uma coisa: o conto ficou incrível! Parabéns, viu? Sua escrita é ótima! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/2015/10/resenha-premiada-muito-mais-que-5inco.html <- Tá rolando promoção do livro "Muito Mais Que 5inco Minutos" lá no blog! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Tony! Quero ler um texto seu, ok?
      Beijos

      Excluir
  4. Sabe aqueles contos que você lê, e que deixa um gostinho de quero mais? Então.....

    Parabéns meu amor, ficou ótimo!!!

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga linda! Obrigada por tudo, mesmo, de coração! <3

      Excluir
  5. Amigaaaaaa que texto lindo! Sério, tu tem muito talento eu amei o texto. Continue se dedicando que tu vai longe! Ahhh e poste mais textos! <3
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, obrigada e obrigada, não tenho como agradecer o apoio!
      Beijos

      Excluir
  6. Adorei o conto! Dá realmente um gostinho de quero mais pra saber mais a história desses dois <3
    Estante de uma Fangirl

    ResponderExcluir
  7. Que texto lindo!!! Parabéns, hein? Ficou incrível!
    Beijinhos
    doprefacioaoepilogo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Eu amei o conto ! E estou sendo muito sincera :)
    Também fiquei com gostinho de quero mais .
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Diane, é super importante para mim!
      Beijos

      Excluir
  9. Lindo, simples e encantador...
    Você é uma estrela que brilha.
    E que venham outros!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  10. Oi Alê,
    Eu adorei. Você me enganou, achei que ia ser de terror, já tava temendo aqui pelo narrador sos
    Acho que nem com eu te amo abriria a porta aqui... O.o haha

    tenha um maravilhoso final de semana e feriado ♥
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que se surpreendeu e confesso que também não abriria a porta não, rs.
      Beijos Nana

      Excluir
  11. Única experiência com contos que tive foi em diários, gostava de escrever o que aconteceu no meu dia e desabafar como se estivesse contando a história de uma terceira pessoa, mas não tenho o dom para a escrita e invejo quem consegue escrever e espalhar suas palavras por ai, é um grande avanço que está fazendo!
    Gostei muito do texto, passou uma essência muito especial, espero que escreva mais e mais!

    Adorei seu blog! Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  12. Bonito conto!


    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  13. Ale :) estou retribuindo a visita !! estou te seguindo!!

    bjss

    www.blogsunshinee.com

    ResponderExcluir
  14. QUE LINDO!!!
    Na boa, melhor que muitos livros com 2983964827634872 palavras haha <3
    bj

    @saymybook
    saymybook.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Oi Ale!
    Gostei muito do seu jeito de escrever, super leve e cativante! Me senti realmente na estória e fiquei com vontade de saber o que aconteceria depois. Muito lindo <33
    beijos ♥
    nuclear--story.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Ai que lindo Ale, já quero livro! haha
    Gostei pq me senti realmente na pele da menina. E adoro ler/escrever contos que se passam em dias chuvosos, são muito pensantes, haha. Aposto que tem muito de vc nesse ;)
    Lindo lindo lindo *-*
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caroooool, queria MUITO que você lesse. Obrigada mesmo pelo apoio sempre.
      E sim, tento colocar meu coração no que escrevo, e sonhar com o amor algum dia. Obrigada de coração!!!!

      Excluir
  17. Ale do céu <3333333
    que textinho mais amor, que conto mais eu, MENINA, eu amei <333
    ele desistindo por ela... ai ai <33
    sabe, deu impressão dele ser meio real (LEITOR DIGITAL, me identifiquei, falo mesmo)
    quero mais ? hehehe
    Pode postar que eu quero ler :33
    Ah poxa vida.. Quando foi seu aniversário ?? :33
    Parabens atrasado uhulllll tudo de bom na sua vida viu? :D
    Ano que vem vamos nos conhecer na bienal hein? Livraria e livros uhulll hehe
    Um abraço!
    Pâm - www.interruptedreamer.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pâm! Obrigada pelo apoio e empolgação, sério, você é uma linda! E se Deus quiser, nos conheceremos na Bienal!!!!
      Beijos

      Excluir
  18. Oi, Ale!
    Que texto lindo! Me lembrou muito a música Lágrimas e Chuva do Kid Abelha
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou ouvir, porque não me lembro de cabeça da música... mas obrigada Luiza!
      Beijos

      Excluir
  19. Awn *.*
    Que fofinha!!!
    Gostei demais ;)

    Beijinhos :*
    Sankas Books

    ResponderExcluir
  20. Ai Alêeeee
    voce^também gostou do Demolidorrrr <3333333333333333
    também acho que eles (os super herois de série vai...) apanham muitooo, e o Matt tb tadinho rsrs
    nao sei se ele vai aparecer na da Jessica Jones mas podia né? HAHA seria divertido
    uhullll
    que venha Elektra na segunda tempo né?

    Um beijo!
    Pâm - www.interruptedreamer.com

    ResponderExcluir
  21. Oie Ale =)

    Escreva e publiquei mais texto aqui no seu blog mulher!
    Lindo, lindo! Adorei <3!
    O final aqueceu meu coração.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  22. Amei seu texto!

    http://sobre-tudoum-pouco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Ameeeei o conto <3 Menina você tem talento, parabéns !!!
    Beijão
    http://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Que talento!!! Eu adorei, fiquei com vontade de ler mais e mais, minha cabeça está nesse momento imaginando o depois disso.

    Continue nesse caminho.... ele é seu!!!

    Amo vc!!! ❤

    ResponderExcluir
  25. Oi Alessandra !! Tudo bem ??
    Imagino como é o nervosismo para compartilhar em primeira mão sua escrita hehe Mas tenho que te dizer que adorei, o conto realmente prendeu minha atenção e achei sua escrita sensacional !!
    Continue assim, que você está no caminho certo !!
    Bjim

    blogpatyrezende.blogspot.com

    ResponderExcluir
  26. Olá, Ale.

    Eu sei como pode ser assustador publicar pela primeira vez algo que você escreveu, e deixar que o mundo te julgue por isso. Você se saiu muito bem!

    Apesar de curte, o conto tem uma pegada de suspense bem intensa no começo. Poderia jurar que era o início de uma história de terror ou algo assim, mas no fim o inesperado acontece!

    Continue escrevendo!

    rsniz.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo incentivo Niz, de verdade! É importante para mim.
      Beijos

      Excluir